Queridos irmãos

É verdade o tempo urge, e a última hora parede ser sempre a próxima.

Mas temos que orar, pensar positivo, ter policiamento nas palavras e nas atitudes.

Nada é por acaso, e há anos os portões foram abertos, sabeis desde de sempre que a hora é chegada.

A dor virá, mas a fé tem que se sobrepor à ela. Tudo passa, tudo passa, sois eternos, e a glória dos que se dedicam é colher as bênçãos do Pai pela eternidade afora.

Um de vós, simples como o campo, psicografou muito. No inicio fazia meio a contra gosto, depois reconheceu a obrigação e a cumpriu com esmero exemplos. Sua vida não foi fácil, todos sabem, até filme virou, partiu em um dia feliz.

Ao chegar em sua estrada florida após a morte, havia um lindo jovem a esperá-lo Tão iluminado e translúcido que nosso Chico mal podia olhar-lhe nos olhos, tremia mais do que vara verde ao vento, como ele próprio narrou.

Achou que era Ele, mas imediatamente se repreendeu ao perceber sua pretensão mental,

Então nosso Cristo lhe disse, vamos lá Chico, daqui em diante sou eu quem leva você.

E foi assim que um humilde trabalhador foi recebido por nosso Mestre.

É assim que nosso Mestre espera de nós, apenas que cumpramos a nossa parte com alegria e devoção.

Do vosso irmão

Bezerra,

Sempre ao seu dispor para auxiliar e amar.

 

Mensagem psicografada na Casa do Caminho em 28.07.2012.